25/05/2009

Questões sem glúten - análise

A comercialização de produtos sem glúten tem crescido de acordo com a maior procura por parte da população para qual ele é prejudicial. Inicialmente, os produtos específicos para uma dieta celíaca apenas estavam disponíveis em locais especializados como as farmácias e lojas dietéticas. A necessidade de dar resposta a um maior número de interessados, bem como a evolução na forma de comercializar os produtos (Internet), levou a que os produtos SG estivessem disponíveis num maior número de locais como comprova a variedade de respostas à questão "sem glúten" desta semana.


Com um total de 37 votantes, a resposta maioritária foi Lojas da rede Dietimport(Celeiro)- 59%. Esta elevada percentagem talvez se deva ao elevado grau de especialização desta cadeia em produtos dietéticos, fornecendo uma maior variedade de produtos SG relativamente às lojas comuns, bem como um melhor acompanhamento por parte dos seus profissionais, visto estarem mais familiarizados com as especificidades da DC. Estes factores aliados ao desconto da APC presente nestas lojas talvez fidelize mais o consumidor deste tipo específico de produtos a esta cadeia.


Com menores percentagens (10%) estiveram as escolhas nas grandes superfícies e lojas regionais com desconto APC, realçando-se de forma positiva o facto de grande scompanhias disponibilizarem produtos SG, mas que a menor variedade e a deficiente organização dos produtos específicos da dieta SG (ex: mistura na mesma prateleira de produtos SG e outros sem lactose mas com glúten), talvez ainda não faça com que esta opção tenha uma maior percentagem.


De realçar ainda a opção das farmácias e parafarmácias (8%) como locais de aquisição de produtos SG, estando esta probabilidade talvez relacionada com a maior confiança nestas possibilidades relativamente a outras sem a sua especificidade, bem como nas pequenas localidades ser esta a única opção como ponto de venda de produtos SG. De notar que o número de farmácias e parafarmácias com produtos SG diminuiu à medida que estes começaram a estar disponíveis noutros locais.


Com as percentagens menores (5%), estiveram as escolhas nas lojas regionais sem desconto APC e lojas online, assinalando-se que o desconto proveniente de ser associado é um factor que faz com que as lojas que tenham acordo com a associação sejam privilegiadas pelos celíacos relativamente às que não têm. A pequena percentagem das lojas online, talvez se deva ao facto deste formato ainda ser um pouco desconhecido da população portuguesa, embora a variedade deprodutos SG seja enorme.


Dê a sua opinião e vote na questão "sem glúten" semana!

1 comentário:

Caminarsingluten disse...

Esperamos y deseamos que podo a poco conteis con más productos en Portugal, por vuestro bien y por el de los que os visitamos.

Saludos,

Ana y Víctor.