25/11/2008

Noglut

Um pouco na sequência do post anterior, onde foram referidas as dificuldades para encontrar um pão com gosto e textura semelhante ao pão com glúten, pareceu-nos oportuno publicar esta receita que, segundo as nossas papilas gustativas, é aquela que mais se assemelha à do pão "original".

Já a receita, de originial tem muito pouco uma vez que é aquela que está descrita na parte posterior da embalagem da farinha mixB da Schar, apenas com algumas alterações.

Eu, que escrevo este post, fui diagnosticada depois de ter passado 18 anos da minha vida a comer pão de trigo e, a receita que aqui apresento, é a única que verdadeiramente me agrada! Chega de pão de esferovite, fica aqui o Santo Graal dos celíacos! =)





Ingredientes:

- 500g de farinha MixB da Schar,
- 1 colher de chá de sal,
- 10g de fermento seco ou 15 gramas de fermento fresco,
- 6g de óleo (mais ou menos uma colher mal medida),
- 500ml de água morna,
- margarina para untar a forma,
- pão ralado sem gluten para polvilhar a forma (e fazer uma côdea estaladiça).



Preparação:

Misturar bem a farinha com o fermento juntando, em seguida, o óleo, o sal e a água. Misturar os ingredientes até obter uma massa homogénea (eu mistura à mão mas este aspecto terá que ficar ao critério de cada um). Colocar a massa numa forma previamente untada com margarina e polvilhada com pão ralado sem gluten, alisando a superfície. Cobrir com um pano húmido e deixar levedar num lugar quente, até que a massa atinja o dobro do volume.

Aquecer previamente o forno a 200ºC e colocar um recipiente com resistência ao calor, com água, na prateleira inferior do forno. Quando alcançada a temperatura pretendida, colocar a forma no forno e deixar cozer durante 50minutos. Não abrir a porta do forno enquanto o pão estiver a cozer.

Esperar que arrefeça antes de fatiar.

Bom apetite!

Carmen G.

9 comentários:

mom2lucas disse...

Carmen, o Lucas agradece, vamos tentar.

Vanessa D. disse...

O pão tem bom aspecto, Carmen! =) Mas isso aguenta-se sem ganhar bolor? É que quando comecei a dieta sem glúten também fazia um pão de forma que não se aguentava tempo nenhum, mas como era na máquina tinha mais humidade, deve ser isso. Agora faço umas bolinhas e congelo as que não vou comer logo, mas também vou exprimentar esta receita.

Continuem a dar sugestões, dão sempre jeito! =)

Sol disse...

Vanessa:

Eu depois de o fazer e dele arrefecer, fatio-o e guardo no frigorífico o que não comer nesse mesmo dia.

Depois sempre que tenho fome vou ao frigorífico tirar, meto uns segundos no microondas e ele ai está! Molinho e bom =)

Nunca entrou cá bolor nenhum =) Eu as primeiras vezes tb fiz na máquina, mesmo na bimby e tudo, mas depois descobri que, vá-se lá saber pq, o pão feito e amassado à mão fica bem melhor!

=) *

Carmen G.

Daniela B. disse...

Olá!!

Eu ainda vou comendo o pão de "esferovite" (com alguns truques que se vão aprendendo, como torrar primeiro,...) mas tenho a dizer que este pão tem um aspecto que se faz favor ;)

Brigada Carmen por partilhares... pode ser o início do fim, pelo menos para mim, do pão "sensaborão"...

*=)

SusanaMama disse...

Eu para o meu filhote tambem faço essa receita (não é a que esta escrita no pacote da farinha?). É o pao que ele gosta mais e fica com uma optima consistencia. A unica diferença é que eu faço na maquina de pão. Corto depois às fatias e congelo o que não for comido na altura.

BJs

Sol disse...

Susana:

Sim, é essa mesmo, eu até digo no post, que está na parte de tras do pacote da mixB! =)

A única diferença é que eu barro a forma com margarina e meto o pão ralado que, só assim por acaso, faz uma codea mesmo, mesmo boa!

Beijinhos =)
*

Isabel S. disse...

Olá, eu sou de Pegões e através de terceiros também faço a receita de pão da Carmen para a minha filha Helena, de 4 anos, que adora. Por acaso não queres divulgar também a receita das empadas de galinha?

Carla Mota disse...

Olá gostaria de saber onde posso comprar a farinha e posso moldar o pão como de fosse um "bico normal" pois a minha filhota de 3 anos pediu "pão como o da mãma"

Sol disse...

Carla,

Lamento o atraso na resposta ao seu comentário.

A farinha pode ser comprada em qualquer loja que venda produtos Schar (no caso específico desta receita) como são o caso das lojas da rede Celeiro.

A moldagem do pão, no caso específico da receita aqui apresentada é manual.

Carmen